Equipe Mitsubishi Petrobras mantém 11ª colocação no Rally Dakar

Dupla completa a nona etapa do rali sem imprevistos e marca o 14º tempo do dia

Equipe Mitsubishi Petrobras completou a nona etapa do Rally Dakar - Victor Eleuterio / Mitsubishi

Equipe Mitsubishi Petrobras completou a nona etapa do Rally Dakar – Victor Eleuterio / Mitsubishi

Iquique, 14 de janeiro de 2014 – A Equipe Mitsubishi Petrobras completou mais um dia do Rally Dakar nesta terça-feira. Na etapa que marcou a chegada da competição ao litoral do Chile, a dupla Guiga Spinelli e Youssef Haddad terminou com o 14º tempo, resultado que os manteve na 11ª na classificação geral.

“Chegamos bem nessa altura do Dakar, mas não podemos ficar olhando para a classificação, já que temos dias difíceis pela frente. Qualquer vacilo pode nos fazer perder posições. Devemos continuar mantendo o ritmo e levar o carro até o final do rali”, comemora Youssef.

A etapa teve dois trechos bem distintos. No primeiro, com erosões e muitas ondulações por quase 400 quilômetros, não era possível acelerar, tornando a prova bastante exaustiva. “Foi uma especial bem desgastante, tipicamente do Deserto do Atacama. Passamos por retas intermináveis, que tinham piso acidentado e fofo, com muitos desvios pelo caminho. Provas assim parecem não render. Mas fizemos um bom dia sem imprevistos”, explica Guiga.

Já os 40 quilômetros finais foram marcados pela presença de muita areia. “Não foram as dunas mais difíceis que encontramos até aqui, mas trechos como esse sempre são complicados”, comenta o navegador.

O ponto alto da prova foi a famosa descida da duna de Iquique, que tem mais de mil metros de altura e que marca a chegada à cidade chilena. “Acho que o mais bacana dessa descida é quando você aponta lá em cima e vê o Oceano Pacífico a sua frente. As pessoas parecem formigas devido à altura da duna. No começo é bastante íngreme, mas a medida que você acelera, o terreno vai ficando cada vez mais plano”, conta Guiga.

Décima etapa
A próxima etapa, que tem 631 km de trecho cronometrado, é dividida em duas seções bem distintas. Os primeiros 200 quilômetros de especial passarão por áreas litorâneas, enquanto a segunda parte passará por uma região de minas e formações rochosas, como o arco La Portuda, um dos mais famosos da cidade de Antofagasta. “Vamos buscar completar mais uma etapa limpa, acelerando sempre na medida certa para terminar com segurança. Temos muito rali pela frente”, afirma Guiga.

10ª Etapa – 15 de janeiro
Iquique – Antofagasta (CHL)
Deslocamento: 58 km
Especial: 631 km
Total: 688 km

As imagens de todas as provas e também o depoimento das duplas de nossa equipe estão em nossa página no YouTube: http://www.youtube.com/eqpmitsubishibr. Acesse e confira as informações que estão livres para uso.

Resultados – 9ª etapa – 14/1*
1) Stephane Peterhansel/Jean Paul Cottret (FRA) – 4h17min53s
2) Nasser Al-Attiyah/ Lucas Cruz (QAT) – 4h20m10s
3) Nani Roma /Michel Périn (ESP)-4h29m29s
4) Orlando Terranova/ Paulo Fiuza (ARG) – 4h32min7s
5) Giniel De Villiers/Dirk Von Zitzewitz (ZAF) – 4h40min50s
14) Guilherme Spinelli / Youssef Haddad – 5h9min17s

Classificação geral – Rally Dakar 2014*
1) Nani Roma /Michel Périn (ESP)-34h15m17s
2) Stephane Peterhansel/Jean Paul Cottret (FRA) – 34h27min47s
3) Orlando Terranova/ Paulo Fiuza (ARG) – 35h10min10s
4) Nasser Al-Attiyah/ Lucas Cruz (QUA) – 35h15m23s
5) Giniel De Villiers/Dirk Von Zitzewitz (ZAF) – 35h15min23s
11) Guilherme Spinelli / Youssef Haddad – 39h00min41s

Equipe Mitsubishi Petrobras
Acompanhe de perto todas as novidades da Equipe Mitsubishi Petrobras com Guilherme Spinelli e Youssef Haddad no Rally Dakar:

Site: http://www.mitsubishipetrobras.com.br
Facebook: http://www.facebook.com/EquipeMitsubishiBrasil
Twitter: http://www.twitter.com/eqpmitsubishibr
YouTube: http://www.youtube.com/eqpmitsubishibr
Instagram: equipemitsubishipetrobras

Anúncios

Equipe Mitsubishi Petrobras é top 10 no Rally Dakar

Nessa terça-feira, a equipe enfrenta 301 km rumo a San Rafael - Vinicius Branca / Mitsubishi

Nessa terça-feira, a equipe enfrenta 301 km rumo a San Rafael – Vinicius Branca / Mitsubishi

Especial entre as cidades de San Luis e San Rafael teve 433 km - Gustavo Epifanio / Mitsubishi

Especial entre as cidades de San Luis e San Rafael teve 433 km – Gustavo Epifanio / Mitsubishi

Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin cravam o décimo tempo na segunda etapa da competição

Guilherme Spinelli e Youssef Haddad terminaram na 20ª colocação - Marcelo Maragni / Mitsubishi

Guilherme Spinelli e Youssef Haddad terminaram na 20ª colocação – Marcelo Maragni / Mitsubishi

San Rafael, 6 de janeiro de 2014 – Em um dia marcado por trechos de alta velocidade, a dupla da Equipe Mitsubishi Petrobras, Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin conseguiu o 10º tempo na segunda etapa do Rally Dakar. O piloto e o navegador agora estão na 8ª posição da classificação geral.

Equipe Mitsubishi Petrobras completou a segunda etapa do Rally Dakar - Vinicius Branca / Mitsubishi

Equipe Mitsubishi Petrobras completou a segunda etapa do Rally Dakar – Vinicius Branca / Mitsubishi

Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin ficaram na 10ª posição - Gustavo Epifanio / Mitsubishi

Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin ficaram na 10ª posição – Gustavo Epifanio / Mitsubishi

“Foi um dia muito bom para nós. O ASX se comportou muito bem e conseguimos andar em um ritmo forte. Tomamos cuidado para não cometer erros e deu tudo certo durante o trecho cronometrado”, comemora Reinaldo Varela.

Foram aproximadamente 433 quilômetros de especial, com grandes dunas, leitos de rio seco e longas sequências de alta velocidade. “Encaramos retas intermináveis! Foi totalmente diferente do primeiro dia”, comenta Varela.

Para Gustavo Gugelmin, o maior desafio da etapa foram as grandes pedras que se encontravam no meio do trajeto. “Não tivemos nenhuma dificuldade significativa nas dunas, mas tivemos que tomar bastante cuidado com as grandes pedras nos leitos de rios secos que andamos. Conseguimos fazer um dia de rali limpo”, conta Gustavo. Agora, a dupla largará em uma posição melhor nesta terça-feira, com menos veículos a sua frente e com a possibilidade de andar mais rápido.

Guiga Spinelli e Youssef Haddad enfrentaram alguns problemas durante o dia e terminaram na 20ª colocação. “Vínhamos muito bem na primeira parte da especial. Tivemos uma infelicidade na saída de um rio seco, caímos em uma erosão e capotamos”, lamenta Guiga.

Mesmo com o imprevisto, a dupla conseguiu continuar a prova. “Desviramos o carro, esperamos o óleo baixar e seguimos na especial tomando bastante cuidado para completar a etapa em segurança. Mesmo com tudo isso, fizemos o 20º tempo e estamos em 17º na classificação geral. Amanhã é um novo dia, a equipe vai trabalhar para deixar o carro em ordem para a largada da próxima etapa”, completa Guiga.

Terceiro dia
Na terceira etapa, um novo desafio espera a Equipe: os trechos com montanhas aparecem pela primeira vez no Dakar. “A prova será ainda mais difícil devido às chuvas que atingiram a região nos últimos dias. A organização cancelou uma parte da especial por causa do mau tempo. As informações que temos é que o piso estará bastante ruim, com muitas pedras e erosões. Atenção redobrada!”, adianta Youssef.

No trecho entre San Rafael e San Juan, a Equipe terá o Monte Aconcágua como plano de fundo. Uma paisagem que torna o terceiro dia do Rally Dakar ainda mais especial.

3ª Etapa – 7 de janeiro
San Rafael – San Juan (ARG)
Deslocamento: 295 km
Especial: 301 km
Total: 596 km

Resultados – 2ª etapa – 06/1*
1) Stephane Peterhansel/Jean Paul Cottret (FRA) – 3h52min05s
2) Carlos Sainz/Timo Gottschalk (ESP) – 3h52m51s
3) Giniel De Villiers/Dirk Von Zitzewitz (ZAF) – 3h57min39s
4) Nani Roma /Michel Périn (ESP)-3h59m30s
5) Nasser Al-Attiyah/ Lucas Cruz (QUA) – 3h59m49s
10) Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin -4h20min11s
20) Guilherme Spinelli / Youssef Haddad – 4h46min52s

Classificação geral – Rally Dakar 2014*
1) Stephane Peterhansel/Jean Paul Cottret (FRA) – 6h17min02s
2) Carlos Sainz/Timo Gottschalk (ESP) – 6h517m30s
3) Nasser Al-Attiyah/ Lucas Cruz (QUA) – 6h21m12s
4) Nani Roma /Michel Périn (ESP) – 6h21m21s
5) Orlando Terranova/ Paulo Fiuza (ARG) – 6h25min33s
8) Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin – 6h53min2s
17) Guilherme Spinelli / Youssef Haddad – 7h17min16s

Equipe Mitsubishi Petrobras
Acompanhe de perto todas as novidades da Equipe Mitsubishi Petrobras com Guilherme Spinelli, Youssef Haddad, Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin no Rally Dakar:

Site: http://www.mitsubishipetrobras.com.br
Facebook: http://www.facebook.com/EquipeMitsubishiBrasil
Twitter: http://www.twitter.com/eqpmitsubishibr
YouTube: http://www.youtube.com/eqpmitsubishibr
Instagram: equipemitsubishipetrobras

Para imprensa
Durante todo o rali, a equipe contará com o jornalista Fernando Solano acompanhando toda a prova diretamente da Argentina e do Chile. Para qualquer informação, contato, vídeos e entrevistas, favor entrar em contato pelo email fernandosolano@mmcb.com.br ou pelo telefone 55 (11) 98591-9197.

A Equipe Mitsubishi Petrobras tem o patrocínio de Mitsubishi Motors, Petrobras, Axalta e Protune.

Equipe Mitsubishi Petrobras fica satisfeita com a estreia do ASX Racing em trilhas brasileiras

Guiga Spinelli e Youssef Haddad andaram forte e garantiram o segundo lugar na classificação geral

Pirenópolis (GO), 26 de julho de 2013 – Guilherme Spinelli e Youssef Haddad, da Equipe Mitsubishi Petrobras, estão na vice-liderança do Rally dos Sertões 2013. Depois de largar em primeiro, a dupla enfrentou forte pressão do francês Stéphane Peterhansel e seu navegador Jean Paul Cottret.

Equipe Mitsubishi Petrobras garante vice-liderança do Sertões - Equipe Mitsubishi Petrobras garante vice-liderança do Sertões

Equipe Mitsubishi Petrobras garante vice-liderança do Sertões – Equipe Mitsubishi Petrobras garante vice-liderança do Sertões

Desempenho do ASX Racing deixou a dupla muito satisfeita - Victor Eleuterio/Foto Arena

Desempenho do ASX Racing deixou a dupla muito satisfeita – Victor Eleuterio/Foto Arena

“Andamos próximo do limite, mas não foi suficiente para ganharmos o dia”, conta o navegador Youssef Haddad. A dupla francesa ficou 59 segundos na frente da brasileira. “Viemos num ritmo bem forte para a primeira especial, mais rápido do que eu normalmente viria no inicio de um rali”, completa Guiga. “É dificílimo andar na frente do Peterhansel, mas vamos continuar tentando e forçar ainda mais.”

A dupla terminou a especial do dia em segundo lugar, com tempo de 1h08min47. “Foi uma etapa que teve de tudo, começava rápida, sinuosa, depois travava. E andamos em cima de pedra o tempo todo”, explica o navegador. “Fizemos uma especial limpa, sem nenhum erro.”

Depois de três provas em desertos, foi a estreia do ASX Racing em um rali de estradas. O carro teve excelente desempenho e deixou a dupla da Equipe Mitsubishi Petrobras bastante satisfeita. “Estamos felizes com a performance do carro e não vamos mudar nada para amanhã”, conta Youssef.

“Hoje foi uma amostra de que realmente a disputa vai ser muito dura. Mas estamos satisfeitos e ainda temos oito dias pela frente”, finaliza Guiga.

Terceira etapa – Pirenópolis (GO) / Uruaçu (GO)
Sábado, dia 27, o Rally dos Sertões sai de Pirenópolis rumo a Uruaçu, ainda no Estado de Goiás. O deslocamento inicial é rápido, com 37km, e o final tem 89km. A especial terá 287km de estradas ainda mais travadas, seguindo por trilhas de visual incrível, por cristas e serras. Depois, entra em uma região de canaviais – com piso favorável a alta velocidade.

Equipe Mitsubishi Petrobras tem o patrocínio de Mitsubishi Motors, Petrobras, iCarros, URacer, Protune e Axalta-Standox.

Equipe Mitsubishi Petrobras
Site: http://www.mitsubishipetrobras.com.br
Facebook: http://www.facebook.com/EquipeMitsubishiBrasil
Instagram: http://www.instagram.com/EquipeMitsubishiPetrobras
Twitter: http://www.twitter.com/eqpmitsubishibr
YouTube: http://www.youtube.com/eqpmitsubishibr

Programação – Rally dos Sertões 2013
27/jul – Sábado – Etapa 03 – Pirenópolis (GO) / Uruaçu (GO)
28/jul – Domingo – Etapa 04 – Uruaçu (GO) / Porangatu (GO)
29/jul – Segunda-feira – Etapa 05 – Porangatu (GO) / Natividade (TO) – Etapa Maratona
30/jul – Terça-feira – Etapa 06 – Natividade (TO) / Palmas (TO)
31/jul – Quarta-feira – Etapa 07 – Palmas (TO) / Palmas (TO)
01/ago – Quinta-feira – Etapa 08 – Palmas (TO) / Minaçu (GO)
02/ago – Sexta-feira – Etapa 09 – Minaçu (GO) / Goianésia (GO)
03/ago – Sábado – Etapa 10 – Goianésia (GO) / Goiânia (GO) – Premiação na chegada

Equipe Mitsubishi Petrobras inicia contagem regressiva para o Rally dos Sertões

Guilherme Spinelli e Youssef Haddad encaram a mais desafiadora prova do off-road brasileiro

O piloto Guilherme Spinelli e o navegador Youssef Haddad já contam os minutos para a largada da principal competição off-road do país. No dia 25 de julho, começa o Rally dos Sertões, a maior prova de rali do país e a segunda maior do mundo, atrás apenas do tradicional Rally Dakar.

Em 2012, Rally dos Sertões passou por trechos com muita areia- Theo Ribeiro / Mitsubishi

Em 2012, Rally dos Sertões passou por trechos com muita areia- Theo Ribeiro / Mitsubishi

Dupla está ansiosa para o início da prova - David Santos Jr. / Mitsubishi

Dupla está ansiosa para o início da prova – David Santos Jr. / Mitsubishi

Com a Equipe Mitsubishi Petrobras, a dupla já está pronta para a competição e tem cerca de um mês para finalizar os preparativos e toda a grande logística.

“É sempre muito bom disputar o Rally dos Sertões. A Dunas Race está de parabéns pelo formato de mais esta edição. Temos participado dos mais importantes ralis do mundo e posso afirmar, com total segurança, que o Sertões é uma das provas mais bem organizadas. E em vários aspectos, a melhor de todas. Estou muito animado para mais esse desafio”, destaca Spinelli, que é o maior vencedor do Sertões nos carros, com quatro vitórias.

O Rally dos Sertões terá nove etapas e passará por oito cidades: Goiânia, Pirenópolis, Porangatu, Minaçu, Uruaçu e Goianésia, no estado de Goiás, e Palmas e Natividade, no Tocantins. A prova terá uma etapa maratona, onde as equipes não podem receber auxílio externo, no quinto dia, entre Porangatu e Natividade.

“Conforme já esperávamos, pelas características da região onde o rali irá passar, o Sertões muda totalmente em relação ao ano passado”, destaca o navegador Youssef Haddad. “Neste ano teremos mais estradas de fazendas, serras, trilhas com pedras, muito mata burro e curvas de nível”, conta. Na prova do ano passado, a característica principal foram as areias da região nordeste.

Pela primeira vez, o trecho cronometrado será maior que os deslocamento. Ao todo, serão 4.115 quilômetros, com largada e chegada em Goiânia (GO), sendo que 2.488 km serão de especiais, o que equivale a 60,4% do total da prova. “O Sertões deste ano também demonstrou uma característica muito boa para os competidores: deslocamentos curtos e especiais longas”, conta Youssef.

As cidades de Uruaçu e Goianésia recebem a caravana do Rally dos Sertões pela primeira vez. Já Palmas pode ser considerada “veterana”, e teve a presença do rali por 12 vezes.

“Com isso, teremos muita pilotagem e navegação de roteiro, um retorno do Sertões à sua origem. Com certeza, é a promessa de mais uma prova muito difícil”, completa o navegador.

Outra novidade comemorada pela organização da prova é a inclusão de uma etapa em laço, ou seja, a disputa começa e termina na mesma cidade, sem a necessidade de deslocamento para as equipes de apoio. Isso acontecerá na sétima etapa, em Palmas, quando os competidores enfrentam a tradicional região do Jalapão, considerada muito técnica e um dos pontos altos do rali. A organização garante que irão para uma área totalmente nova e ainda inexplorada pelo Rally dos Sertões.

E este será um dos dias mais longos de toda a competição, com 746 quilômetros, sendo 514 km de trechos cronometrados. O dia mais curto será o primeiro, entre Goiânia e Pirenópolis, com 249 quilômetros e 84 km de especial.

“Particularmente gosto muito desse tipo de rali, com serras, estradas de fazenda e, certamente, muita pilotagem e navegação. Não vejo a hora de dar a largada”, afirma Guiga.

A prova começa com o prólogo no dia 25, em Goiânia (GO), onde serão definidas as posições de largadas para carros, caminhões, motos, quadriciclos e UTVs.

A equipe Mitsubishi Petrobras tem o patrocínio de Mitsubishi Motors, Petrobras, iCarros e URacer.

Equipe Mitsubishi Petrobras
Site: http://www.mitsubishipetrobras.com.br
Facebook: http://www.facebook.com/EquipeMitsubishiBrasil
Twitter: http://www.twitter.com/eqpmitsubishibr
YouTube: http://www.youtube.com/eqpmitsubishibr

Programação – Rally dos Sertões 2013
22/jul – Segunda-feira – Abertura Área de Box
23/jul – Terça-feira – Vistorias Administrativas e Técnicas
24/jul – Quarta-feira – Vistorias Administrativas, Técnicas e Briefings
25/jul – Quinta-feira – Etapa 01 – Prólogo – Goiânia (GO)
26/jul – Sexta-feira – Etapa 02 – Goiânia (GO) / Pirenópolis (GO)
27/jul – Sábado – Etapa 03 – Pirenópolis (GO) / Uruaçu (GO)
28/jul – Domingo – Etapa 04 – Uruaçu (GO) / Porangatu (GO)
29/jul – Segunda-feira – Etapa 05 – Porangatu (GO) / Natividade (TO) – Etapa Maratona
30/jul – Terça-feira – Etapa 06 – Natividade (TO) / Palmas (TO)
31/jul – Quarta-feira – Etapa 07 – Palmas (TO) / Palmas (TO)
1/ago – Quinta-feira – Etapa 08 – Palmas (TO) / Minaçu (GO)
2/ago – Sexta-feira – Etapa 09 – Minaçu (GO) / Goianésia (GO)
3/ago – Sábado – Etapa 10 – Goianésia (GO) / Goiânia (GO) – Premiação na chegada

 

Guilherme Spinelli e Youssef Haddad encaram um novo desafio com a L200 Triton ERS

Dupla da Equipe Mitsubishi participa do Rally Cuesta Off-Road e não tem o pódio como objetivo principal

O maior campeão do Rally dos Sertões participa neste fim de semana do Rally Cuesta Off-Road, mas seu objetivo não é ganhar a prova. Sim, isso mesmo! Guiga vai andar, pela primeira vez, com a L200 Triton ERS e só quer saber de melhorar o carro ainda mais. “Queremos testar a L200 Triton ERS com as novas configurações que estamos desenvolvendo há mais de um ano”, conta Guilherme Spinelli.

Rally Cuesta Off-road será neste fim de semana, em Botucatu - Carsten Horst / Mitsubishi

Rally Cuesta Off-road será neste fim de semana, em Botucatu – Carsten Horst / Mitsubishi

Vinicius Branca / Mitsubishi - Dupla está animada com o novo desafio

Vinicius Branca / Mitsubishi – Dupla está animada com o novo desafio

Guiga e Youssef estarão a bordo da nova L200 Triton ERS - Carsten Horst / Mitsubishi

Guiga e Youssef estarão a bordo da nova L200 Triton ERS – Carsten Horst / Mitsubishi

Ao lado do navegador Youssef Haddad, que também é o engenheiro responsável pelo desenvolvimento desse modelo, Guiga quer avaliar o carro em condições de corrida.

“Depois de muito trabalho na oficina, testes em nossa pista e também em pistas da Mitsubishi Cup, chegou a hora de aceleramos pra valer em uma competição”, garante ele. “Gosto muito de fazer esse trabalho de desenvolvimento dos veículos. Testar um carro pela primeira vez, em condições que nunca andou, sempre exige muita concentração a todos os detalhes. Vamos mudar um pouco o foco de quando corremos com o objetivo de resultado”, explica o piloto.

A L200 Triton ER foi desenvolvida para correr na Mitsubishi Cup, em provas curtas. Com todo o seu potencial já comprovado, foi a vez dos engenheiros e mecânicos da Mitsubishi desenvolverem um novo carro, a L200 Triton ERS, mas desta vez voltado para provas longas, como o Rally dos Sertões e as etapas do Brasileiro de Rally Cross-country.

Youssef explica o árduo trabalho para tornar esse carro ainda mais competitivo. “Nosso primeiro desafio foi adaptar a L200 Triton ERS ao regulamento do Campeonato Brasileiro de Cross-country. Com isso, instalamos um tanque de combustível maior, com 390 litros, novo suporte para os estepes, fizemos uma configuração especial de suspensão, amortecedores e molas, além de um novo setup para o motor, que é movido a etanol. É uma versão projetada para encarar o rali cross-country”, explica o engenheiro e navegador.

A dupla disputará a prova na categoria Super Production, com a L200 Triton ERS movida a etanol. O rali terá cerca de 500 quilômetros, em dois dias, em meio a plantações de eucalipto, áreas descampadas, serras com subidas e descidas e até trechos de areia. “É um rali muito bom para o nosso objetivo, pois tem boa variedade de piso e dois dias para mexermos no carro e testarmos novos componentes e configurações”, afirma Guiga.

Além da categoria carros, o Rally Cuesta Off-Road também será válido pelo Brasileiro de motos, quadriciclos, UTVs e caminhões. A prova será realizada na cidade de Botucatu (SP), entre os dias 7 e 9 de junho.

No terceiro dia em Abu Dhabi, Equipe Mitsubishi Petrobras mantém a vice liderança

Guilherme Spinelli e Youssef Haddad enfrentam desertos intermináveis e muita areia nos Emirados Árabes

A cada dia, o Abu Dhabi Desert Challenge mostra o porquê é uma das provas mais importantes e desafiadoras do Campeonato Mundial de Rali Cross-country. Os desertos intermináveis dos Emirados Árabes trazem um novo desafio a cada duna, com areia muito fofa e muitas armadilhas. Na terceira etapa da prova, disputada nesta terça-feira (9), a Equipe Mitsubishi Petrobras ficou na quarta colocação e se mantém em segundo na classificação geral.

Desertos intermináveis no Rally de Abu Dhabi - Jorge Cunha / Aifa / Mitsubishi

Desertos intermináveis no Rally de Abu Dhabi – Jorge Cunha / Aifa / Mitsubishi

ASX Racing- Jorge Cunha / Aifa / Mitsubishi

ASX Racing- Jorge Cunha / Aifa / Mitsubishi

Guiga e Youssef seguem na 2ª colocação - Jorge Cunha / Aifa / Mitsubishi

Guiga e Youssef seguem na 2ª colocação – Jorge Cunha / Aifa / Mitsubishi

“Hoje o dia foi muito cansativo”, descreveu o piloto Guilherme Spinelli. Além do percurso de mais de 400 quilômetros, os termômetros passaram dos 40ºC, um desafio a mais para a dupla e para o ASX Racing. “Foi um dia de grande aprendizado e estamos muito felizes com a performance nas dunas. Estamos melhorando a cada dia”, empolga-se Guiga.

A dupla finalizou a etapa com o tempo de 4h03’35 e agora tem 10h27’42 no acumulado geral da prova. “A especial de hoje foi bem similar a de ontem, com muito deserto, areia e dunas. Atolamos logo no início e demoramos cerca de 10 minutos para sair. No restante fomos bem e o ASX Racing está excelente, se mostrando cada vez mais rápido e resistente”, destacou o navegador Youssef Haddad.

Nesta quarta-feira, a equipe enfrenta um trecho de 493 quilômetros e 266 km de especial. “Aqui é o melhor lugar para adquirirmos experiência. Vamos manter nosso ritmo e continuar focados em aprender a andar rápido nas dunas sem atolar”, comenta Guiga. “O resultado no final será bom se conseguirmos manter esse ritmo”, finaliza.

O Abu Dhabi Desert Challenge, nos Emirados Árabes, segue até a próxima quinta-feira e é válido pelo Campeonato Mundial de Rali Cross-country.

A equipe Mitsubishi Petrobras tem o patrocínio de Mitsubishi Motors, Petrobras, BTG Pactual, iCarros e URacer.

Resultados – Terceira etapa
1) Jean-Louis Schlesser / Konstantin Zhilstov (FRA) – 03h35’34
2) Krystof Holowczyc / Andreas Schulz (POL) – 03h39’31
3) Nani Roma / Michel Perin (ESP) – 03h40’06
3) Guilherme Spinelli / Youssef Haddad (BRA) – 04h03’35

Classificação geral – Abu Dhabi Desert Challenge
1) Nani Roma / Michel Perin (ESP) – 09h47’03
2) Guilherme Spinelli / Youssef Haddad (BRA) – 10h27’42
3) Jean-Louis Schlesser / Konstantin Zhilstov (FRA) – 10h33’24

Equipe Mitsubishi Petrobras
Acompanhe de perto todas as novidades da Equipe Mitsubishi Petrobras com Guilherme Spinelli e Youssef Haddad no Abu Dhabi Desert Challenge:

Site: http://www.mitsubishipetrobras.com.br
Facebook: http://www.facebook.com/EquipeMitsubishiBrasil
Twitter: http://www.twitter.com/eqpmitsubishibr
YouTube: http://www.youtube.com/eqpmitsubishibr

Equipe Mitsubishi Petrobras está em 2º lugar no Rally de Abu Dhabi

Guilherme Spinelli e Youssef Haddad terminaram a etapa desta segunda-feira em terceiro e subiram uma posição na classificação geral

Com o ótimo resultado na etapa de hoje do Abu Dhabi Desert Challenge, a Equipe Mitsubishi Petrobras, com Guilherme Spinelli e Youssef Haddad, sobe para a segunda colocação na classificação geral.

Rally de Abu Dhabi segue até quinta-feira - Jorge Cunha / Aifa / Mitsubishi

Rally de Abu Dhabi segue até quinta-feira – Jorge Cunha / Aifa / Mitsubishi

Guiga e Youssef subiram para a 2ª colocação - Jorge Cunha / Aifa / Mitsubishi

Guiga e Youssef subiram para a 2ª colocação – Jorge Cunha / Aifa / Mitsubishi

A especial de hoje teve 250 quilômetros com muita areia, praticamente só em dunas. “Foi um sobe e desce sem fim”, descreve Guiga. “A areia estava super fofa e as dunas muito difíceis. Mesmo assim conseguimos fazer um bom ritmo e subimos uma posição na geral”, completa o piloto.

Guiga e Youssef terminaram a etapa desta segunda-feira (8) na terceira colocação, com o tempo de 4h15’03 e agora estão em segundo no acumulado geral do rali, com o tempo de 6h24’07.

“Essa foi a etapa com a maior quilometragem de dunas que já fizemos. Por dezenas de quilômetros fomos o primeiro carro na especial e isso exige mais atenção na navegação e na escolha do melhor caminho a seguir”, disse Youssef. “Agora é estudar o dia de amanhã, que parece ser bem similar a hoje, e descansar bastante.”

A etapa desta terça-feira terá 413 quilômetros no total, sendo 285 km de especial. O Abu Dhabi Desert Challenge, nos Emirados Árabes, segue até a próxima quinta-feira e é válido pelo Campeonato Mundial de Rali Cross-country.

A equipe Mitsubishi Petrobras tem o patrocínio de Mitsubishi Motors, Petrobras, BTG Pactual, iCarros e URacer.

Resultados – Segunda etapa
1) Nani Roma / Michel Perin (ESP) – 04h09’54
2) Krystof Holowczyc / Andreas Schulz (POL) – 04h11’08
3) Guilherme Spinelli / Youssef Haddad (BRA) – 04h15’03

Classificação geral – Abu Dhabi Desert Challenge
1) Nani Roma / Michel Perin (ESP) – 06h06’57
2) Guilherme Spinelli / Youssef Haddad (BRA) – 06h24’07
3) Bernhard Tem-Brinke / Matthieu Baumel (NLD) – 06h43’38

Equipe Mitsubishi Petrobras
Acompanhe de perto todas as novidades da Equipe Mitsubishi Petrobras com Guilherme Spinelli e Youssef Haddad no Abu Dhabi Desert Challenge:

Site: http://www.mitsubishipetrobras.com.br
Facebook: http://www.facebook.com/EquipeMitsubishiBrasil
Twitter: http://www.twitter.com/eqpmitsubishibr
YouTube: http://www.youtube.com/eqpmitsubishibr