GP da China, saiba como foi

largada-gp-da-china-2016-divulgacao_677617

As disputas começaram durante a largada, Daniel Ricciardo conseguiu tomar a dianteira de Nico Rosberg, Sebastian Vettel tocou no seu companheiro de Ferrari Kimi Raikkonen, o tirando da pista, que o fez perder algumas posições. Enquanto isso, no final da fila, Lewis Hamilton perdeu o bico do seu carro na largada, fechado pelo brasileiro Felipe Nasr, da Sauber.

Na 3ª volta, a Mercedes de Nico Rosbergultrapassou a Red Bull de Daniel Ricciardo por conta de um pneu furado. Os treinos que antecederam a prova de hoje pareciam um presságio quanto aos furos de pneus. Quem não queria saber das confusões eram os carros da Force India, que pularam para a 2ª e 3ª posições.

O Safety-Car ntrou na pista para limpar os detritos deixados pelas colisões, corrida frenética aos boxes para trocar pneus com direito a ultrapassagem do alemão Sebastian Vettel dupla na entrada dos boxes, fez lembrar o Senna com suas tiradas rápidas, lembrando que é proibido em bandeira amarela, que era o caso.

Quem não foi para os boxes é que se deu bem, conseguiram ganhar posições, como o Felipe Massa da Williams e Pascal Wehrlein da Manor. Na 9ª volta foi dada a relargada.

Daniil Kvyat da Red Bull conseguiu ultrapassar Felipe Massa, Vettel ultrapassou a Mclaren de Alonso, que também não tinha parado nos boxes, sem resistência alguma do espanhol.

Vettel não foi punido na ultrapassagem na entrada dos boxes, e sim o também alemão da Force India Nico Hülkenberg, os comissários entenderam que o Nico estava propositalmente lento na frente do pelotão.

Rosberg passeou sozinho na frente enquanto seu companheiro de equipe Hamilton buscou posições, uma atrás da outra, mas parou no braço de Felipe Massa.Na volta 43,  Ricciardo conseguiu ultrapassar Hamilton e em seguida o Felipe Massa.

Foi uma corrida e tanto, as posições terminaram assim:

  • 1º     –   Nico Rosberg – Mercedes
  • 2º     –   Sebastian Vettel – Ferrari
  • 3º     –   Daniil Kvyat – Red Bull
  • 4º     –   Daniel Ricciardo – Red Bull
  • 5º     –   Kimi Raikkonen – Ferrari
  • 6º     –   Felipe Massa – Williams
  • 7º     –   Lewis Hamilton – Mercedes
  • 8º     –   Max Verstappen – Toro Rosso
  • 9º     –   Carlos Sainz Jr – Toro Rosso
  • 10º   –   Valtteri Botas – Williams
  • 11º   –   Sergio Perez – Force India
  • 12º   –   Fernando Alonso – Mclaren
  • 13º   –   Jenson Button – Mclaren
  • 14º   –   Esteban Gutiérrez – Haas
  • 15º   –   Nico Hulkenberg – Force India
  • 16º   –   Marcus Ericsson – Sauber
  • 17º   –   Kevin Magnussen – Renault
  • 18º   –   Pascal Wehrlein – Manor
  • 19º   –   Romain Grosjean – Haas
  • 20º   –   Felipe Nars – Sauber
  • 21º   –   Rio Haryanto – Manor
  • 22º   –   Jolyon Palmer – Renault

http://br.blastingnews.com/esporte/2016/04/gp-da-china-foi-marcado-por-disputas-alucinantes-por-posicoes-00881959.html

Anúncios

Lewis Hamilton em primeiro no treino da F1, Felipe Massa Massa fica com 12º tempo

A Mercedes ficou com os dois primeiros lugares do treino classificatório para a primeira corrida da temporada, o GP da Austrália, o circuito de Albert Park promete uma boa disputada para a pole, Mercedes, Ferrari e Red Bull estão na frente e correndo por fora vem o Felipe Massa que teve um grande desempenho durante os testes deste ano.

As equipes estão se adaptando ao novo tipo de motor V6 híbrido e turbo. Parece que a Red Bull que teve muitas dificuldades com o motor da Renault está equilibrando seu carro.

 

GP do Brasil

vettel_gpbrasil-reu_1

O GP do Brasil com suas emoções climáticas fecharam o ano de 2013 da F1. Sebastian Vettel confirmou o favoritismo do seu carro cravando além da Pole a vitória, igualando mais um record de Ascari e Michael Schumacher.

A corrida teve diversas emoções, as despedidas de Webber da F1, que fez dobradinha com o Vettel no pódio e do Massa da Ferrari, o brasileiro será um dos pilotos da Williams que aposta na mudança dos carros para voltar a ser uma equipe competitiva.

f1_massa_gpbrasil_efe

Webber deu uma volta com seu Red Bull sem capacete, o espanhol Alonso conseguiu o terceiro lugar, o Felipe estava fazendo uma grande corrida quando foi punido (drive through) por cruzar uma linha na entrada dos boxes, prejudicando sua corrida chegando em 7º lugar.

Veja como foi a classificação final da corrida:

 

1) Sebastian Vettel   (ALE/RBR)  – 1h32m36s300
2) Mark Webber        (AUS/RBR)    + 10s452
3) Fernando Alonso    (ESP/Ferrari)    +  18s9
4) Jenson Button      (ING/McLaren)   +   37s3
5) Nico Rosberg       (ALE/Mercedes   +   39s0
6) Sergio Pérez       (MEX/McLaren)   +   44s0
7) Felipe Massa       (BRA/Ferrari)  +  49s1
8) Nico Hulkenberg    (ALE/Sauber)    + 1m04s2
9) Lewis Hamilton     (ING/Mercedes)   +  1m12s9
10) Daniel Ricciardo   (AUS/STR)   + 1 volta
11) Paul di Resta      (ESC/Force India) + 1 volta
12) Esteban Gutiérrez  (MEX/Sauber)  + 1 volta
13) Adrian Sutil       (ALE/Force India) + 1 volta
14) Heikki Kovalainen  (FIN/Lotus)  + 1 volta
15) Jean-Eric Vergne   (FRA/STR)  + 1 volta
16) Pastor Maldonado   (VEN/Williams) + 1 volta
17) Jules Bianchi      (FRAMarussia)   + 2 voltas
18) Giedo van der Garde (HOL/Caterham)  +  2 voltas
19) Max Chilton   (ING/Marussia)  +   2 voltas

Abandonaram
20) Charles Pic    (FRA/Caterham)
21) Valtteri Bottas   (FIN/Williams)
22) Romain Grosjean  (FRA/Lotus)

Grid de largada GP do Brasil

alonso-vettel-rosberg_gpbrasil-reu

GRID DE LARGADA PARA O GP DO BRASIL (G1)


1) Sebastian Vettel       (ALE/RBR)             1m26s479
2) Nico Rosberg           (ALE/Mercedes)     1m27s102   +0s623
3) Fernando Alonso     (ESP/Ferrari)          1m27s539   +1s060
4) Mark Webber           (AUS/RBR)            1m27s572   +1s093
5) Lewis Hamilton        (ING/Mercedes)     1m27s677   +1s198
6) Romain Grosjean     (FRA/Lotus)           1m27s737   +1s258
7) Daniel Ricciardo      (AUS/STR)             1m28s052   +1s573
8) Jean-Eric Vergne     (FRA/STR)             1m28s081   +1s602
9) Felipe Massa           (BRA/Ferrari)          1m28s109   +1s630
10) Nico Hulkenberg     (ALE/Sauber)         1m29s582   +3s103

Elimiandos no Q2 (tempo de corte:  1m27s441)
11) Heikki Kovalainen   (FIN/Lotus)            1m27s456   +1s295
12) Paul di Resta          (ESC/Force India) 1m27s798   +1s637
13) Valtteri Bottas         (FIN/Williams)       1m27s954   +1s793
14) Sergio Pérez          (MEX/McLaren)     1m28s269   +2s108
15) Jenson Button        (ING/McLaren)       1m28s308   +2s147
16) Adrian Sutil            (ALE/Force India)   1m28s586   +2s425

Eliminados no Q1 (tempo de corte: 1m27s209)
17) Pastor Maldonado      (VEN/Williams)    1m27s367   +2s025
18) Esteban Gutiérrez      (MEX/Sauber)      1m27s445   +2s103
19) Charles Pic                 (FRA/Caterham)  1m27s843   +2s501
20) Giedo van der Garde  (HOL/Caterham)  1m28s320   +2s978
21) Jules Bianchi              (FRA/Marussia)    1m28s366   +3s024
22) Max Chilton                (ING/Marussia)     1m28s950   +3s608

Sebastian Vettel segue quebrando records

Alemão consegue a 7ª vitória seguida e iguala record de Schumacher e Ascari.

vettel_reu2

Vettel mostrou mais uma vez que não é só um carro, atrás do volante tem um grande piloto, chegando quase 30 segundos à frente do seu companheiro Mark Webber, ao conseguir a primeira posição nos primeiros metros da corrida.

Ao chegar no final da corrida deu vários “zerinhos” com seu Red Bull para comemorar e com seu capacete folheado a ouro, feito especialmente para comemorar o 4º campeonato.

Nico Rosberg consegue a terceira posição mostrando que a Mercedes foi superior a Ferrari neste ano.

O brasileiro Felipe Massa erra na tática e chega em 8º mesmo largando na frente de Alonso.

Resultados

1) Sebastian Vettel (ALE/RBR), 55 voltas em 1h38m06s106
2) Mark Webber (AUS/RBR) + 30s8
3) Nico Rosberg (ALE/Mercedes) + 33s6
4) Romain Grosjean (FRA/Lotus) + 34s8
5) Fernando Alonso (ESP/Ferrari) + 1m07s1
6) Paul Di Resta (ESC/Force India) + 1m18s1
7) Lewis Hamilton (ING/Mercedes) + 1m19s2
8) Felipe Massa (BRA/Ferrari) + 1m22s8         
9) Sergio Pérez (MEX/McLaren) + 1m31s1
10) Adrian Sutil (ALE/Force India) + 1m33s2
11) Pastor Maldonado (VEN/Williams) + 1m35s9
12) Jenson Button (ING/McLaren) + 1m43s6
13) Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber) + 1m44s1
14) Nico Hulkenberg (ALE/Sauber) + 1 volta
15) Valtteri Bottas (FIN/Williams) + 1 volta
16) Daniel Ricciardo (AUS/STR) + 1 volta
17) Jean-Éric Vergne (FRA/STR) + 1 volta
18) Giedo Van der Garde (HOL/Caterham) + 1 volta
19) Charles Pic (FRA/Caterham) + 1 volta
20) Jules Bianchi (FRA/Marussia) + 2 voltas
21) Max Chilton (ING Marussia) + 2 voltas

Não completou:
22) Kimi Raikkonen (FIN/Lotus), na 1ª volta

Melhor volta: Fernando Alonso (ESP/Ferrari), 1m43s434

Sebastian Vettel é Tetracampeão da F1

Formula 1 Grand Prix, USA, Sunday Podium

Não adianta ter só um carro maravilhoso para ganhar a F1, este ano o Vettel mostrou que aliado a uma equipe muito eficiente nas táticas, vem seu talento. O jovem piloto que em 2010 foi o campeão pela primeira vez, desde de 2007 até agora foram 117 Grandes Prêmios disputados, começou na BMW Sauber, foi para a equipe “B” da Red Bull, a Toro Rosso (onde venceu pela primeira vez) e atualmente a Red Bull.

Sebastian_Vettel_2007_USA_2

BMW Sauber – F1.06

STR2B - Ferrari

STR2B – Ferrari

1ª vitória no GP da Itália em 2008, pela Toro Rosso

1ª vitória no GP da Itália em 2008, pela Scuderia Toro Rosso

O alemão veio para substituir o David Coulthard e de lá para cá não saiu mais do bólido projetado por Adrian Newey.

Junto com Adrian Newey, projetista do Red Bull

Junto com Adrian Newey, projetista do Red Bull

Red Bull RB5 - Renault

Red Bull RB5 – Renault

Vettel é detentor de diversos recordes como piloto mais jovem na Fórmula 1.

  • 2006 BMW Sauber – Piloto mais jovem a testar um carro da Fórmula 1, com 19 anos, 1 mês e 23 dias.
  • 2007 BMW Sauber – Piloto mais a jovem a pontuar em uma corrida, com 19 anos, 11 meses e 16 dias.
  • 2008 Scuderia Toro Rosso – Piloto mais jovem a cravar a pole position, com 21 anos, 2 meses e 2 dias.
  • 2008 Scuderia Toro Rosso – Piloto mais jovem a conseguir um pódio, com 21 anos, 2 meses e 3 dias.
  • 2008 Scuderia Toro Rosso – Piloto mais jovem a vencer uma prova, com 21 anos, 2 meses e 3 dias.
  • 2009 Red Bull – Piloto mais jovem a conquistar o vice-campeonato, com 22 anos, 3 meses e 29 dias.
  • 2010 Red Bull – Piloto mais jovem a sagrar-se campeão da F-1, com 23 anos, 4 meses e 11 dias.
  • 2011 Red Bull – Piloto mais jovem a faturar o bicampeonato, com 24 anos, 3 meses e 6 dias.
  • 2012 Red Bull – Piloto mais jovem a conquistar o tricampeonato, com 25 anos, 4 meses e 22 dias.
  • 2013 Red Bull – Piloto mais jovem a conquistar o tetracampeonato, com 26 anos, 3 meses e 24 dias.

Cada vez mais o Sebastian Vettel aumenta sua “carteira” de títulos:

117 GPs disputados

4 Títulos : (2010, 2011, 2012 e 2013)

59 Pódios

21 Voltas mais rápidas

Red Bull RB5 - Renault

Red Bull RB5 – Renault

vettel_342_belgian_finger

Sebastian Vettel – 4 vezes campeão mundial de F1