John Zachary DeLorean uma história para se contar

Sabe aquelas pessoas que amam os carros acima de tudo? John Zachary DeLorean era uma delas, sua ascensão e queda faz parte de uma história que merece ser contada sempre.

Foto:autorevue.at

Foto:autorevue.at

Nascido em Detroit, Michigan nos Estados Unidos no ano de 1925,  trabalhava em uma das fábricas da cidade dos motores assim como seu pai imigrante, para pagar a faculdade, estudou engenharia.

Entrou para a Chrysler, depois para a Packard e em 1956 chegou na General Motors.

Foto:ritkanlathatotortenelem.blog.hu

Foto:ritkanlathatotortenelem.blog.hu

Logo chegou ao cargo engenheiro-chefe na Pontiac, divisão da GM, o seu trabalho foi algo notável, fez a Pontiac ser uma das marcas mais conhecidas dos Estados Unidos.

O grande projeto que alavancou a divisão foi o foi o Pontiac GTO, um dos pioneiros da era “Muscle-Cars”

Foto:deviejoaclasico.wordpress.com

Foto:deviejoaclasico.wordpress.com

Outro grande sucesso da Pontiac foi o Firebird, aqui uma versão de 1967 conversível junto com o DeLorean.

Foto:marconimuseum.org

Foto:marconimuseum.org

Em 1969 foi promovido a Gerente Geral da Chevrolet, onde seu trabalho nas áreas de design e qualidade na marca se destacaram em 1973, continuou a subir as escadas da empresa foi promovido a vice-presidente das divisões de automóveis e caminhões da General Motors, foi quando resolveu sair da empresa depois de ter algumas desavenças, ele só tinha 48 anos, nunca um executivo foi tão bem sucedido e tão jovem na empresa como ele foi.

Foi quando começou a por seu grande sonho em prática, criar um carro esportivo.

Ele criou o DeLorean DMC-12, usou todo seu prestígio que conseguiu na GM para atraí-los mas não foi suficiente teve ajuda do governo britânico para instalar a fábrica em Dunmurry, que custou US$ 500 milhões, perto de Belfast na Irlanda do Norte, inicialmente seria em Porto Rico.

Contratou grandes designers e até do “mago” Colin Chapman, da Lotus, também do famoso designer italiano Giorgetto Giugiaro.

A Lotus que fornecia o chassi, que era o mesmo do Lotus Esprit orientou a utilizar o motor central, mas reza a lenda que o John DeLorean queria um espaço no carro para levar seus tacos de golfe, por isso jogou o motor para a parte traseira do carro.

Lotus Esprit Concept 1972 - Foto:www.leblogauto.com

Lotus Esprit Concept 1972 – Foto:www.leblogauto.com

O carro começou a ser planejado com a promessa de ser lançado em 1978, mas só conseguiu por em produção em 1981.

Raio-X DMC-12 Foto:www.pinterest.com

Raio-X DMC-12 Foto:www.pinterest.com

Um detalhe que passa despercebido por muitos foi o local onde a fábrica foi instalada, a Irlanda do Norte estava passando quase uma década por um conflito religioso entre protestantes e católicos, encobrindo um conflito político. O desemprego chegava a 50%, chefes, gerentes e executivos em geral eram sequestrados com frequência. Em 12 meses a fábrica foi planejada e construída, um plano tão audacioso que não se viu igual até hoje, a fábrica era um verdadeiro oásis dentro da guerra, os funcionários não discutiam política e nem religião e se deram muito bem durante a operação da fábrica.

Belfast, anos 70 - Foto:www.roundtheworldflights.com

Belfast, anos 70 – Foto:www.roundtheworldflights.com

A maioria dos funcionários teve na fábrica do DeLorean seu primeiro emprego, foram 2500 empregos gerados diretamente.

Foto:www.roundtheworldflights.com

Foto:www.roundtheworldflights.com

Lembro até hoje da capa da antiga revista MOTOR 3 com o DMC-12 e fiquei encantado, como garoto, sonhava com os carros das capas das revistas e o DeLorean todo em aço inoxidável me paralisou, ainda mais com suas famosas portas em estilo “Asas de Gaivota”.

Revista Motor 3 - foto: dmc12.blogspot.com

Revista Motor 3 – foto: dmc12.blogspot.com

O carro foi planejado em pouco tempo por isso utilizava peças de outros carros, chassi da Lotus, embreagem da Renault, freios dianteiros da Ford, feios traseiros da Jaguar, cerca de 300 empresas forneciam peças para o DMC-12.

As propagandas eram incríveis, mas o início dos anos 80 ainda em crise prejudicou muito as vendas, aliado ao seu complicado motor, nada confiável, foram produzidas 6500 unidades do carro apenas.

A criatividade e desespero fez o John DeLorean banhar a ouro o DMC-12, inicialmente achava que venderia 100 unidades banhadas a ouro, mas foram produzidas e vendidas só duas unidades.

DMC-12 banhado a ouro - Foto:www.deloreans.co.uk

DMC-12 banhado a ouro – Foto:www.deloreans.co.uk

Como se não bastassem tantos problemas, o carro teve um Recall por conta de um defeito na suspensão e por incrível que pareça um Recall do Recall.

Motor do DMC-12 - Foto:www.barrett-jackson.com

Motor do DMC-12 – Foto:www.barrett-jackson.com

O DMC-12 usava um motor V6 de 3 litros, injeção eletrônica da Bosch, um grande avanço para a época, onde a maioria usava carburadores ainda, mas passava longe de ser um esportivo.

Com o fracasso de vendas no mercado extremamente competitivo dos Estados Unidos, alguns funcionários tentaram direcionar as vendas para o mercado inglês invertendo a direção do carro para a famosa “mão-inglesa”, foram feitas 12 unidades. Mesmo assim 2 anos do primeiro carro sair da linha de produção a fábrica entrou em concordata, seus funcionários trabalhavam apenas para manter seus empregos, mas mesmo assim o sonho do John DeLorean estava chegando ao fim.

E o golpe final veio de algo inusitado, John DeLorean tentou investir U$ 25 milhões em uma importação de cocaína em uma tentativa desesperada de salvar seu sonho. Até onde vale a pena perseguir seus sonhos? Vale tudo?

Foi pego em um flagrante armado pela polícia, ficou 10 dias em uma prisão em Los Angeles nos Estados Unidos e solto por falta de provas.

John Zachary DeLorean com certeza entrou para a história do automóvel, sua última unidade saiu da fábrica dia 24 de Dezembro de 1982. Anos depois o DMC-12 voltou a ser uma sensação com a trilogia “De Volta Para o Futuro”.

Foto:innovatemedia.com.au

Foto:innovatemedia.com.au

Os direitos do DMC-12 foram comprados em 1997 um inglês, em 2008 foi reiniciada a produção em Humble no Texas, estados Unidos, com o motor PRV V6 de 197 CV e agora em 2016 estão sendo fabricados 300 unidades em 2016.

Assim como o filme o DMC-12 estava a frente do seu tempo, esperamos que sua produção continue, pois é um carro icônico e uma história-viva do automobilismo.

Leandro Sauerbronn

John DeLorean - 06-01-1925 / 19-03-2005

John DeLorean – 06-01-1925 / 19-03-2005 – Foto:www.findadeath.com

Se inscreva na nossa lista e fique por dentro das novidades automotivas.

Nome

Email:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s