Das ondas do Rádios para os Bits da Net

11756637_860228097385164_394074080_n

Ano 2010, Rio de Janeiro, estúdio da Rádio Catedral FM, comandava o saudoso programa Esporte Catedral, junto com alguns amigos: Felipe, Michel, Sergio, Stéfano, Rafael, Eduardo, Antonio, Carlos e muitos convidados.

Confesso que sinto muita falta dos amigos que fiz e da invasão semanal nas ondas do Rádio, o programa de sério não tinha nada, era descontraído, com grande aceitação dos jovens.

Gostava de falar de automobilismo, paixão que trago do berço, sempre fui “rato” de oficina, fã incondicional de Chico Landi, Ingo, Chico Serra, Bird Clemente, Pace, dos irmãos Fittipaldi, Alex Dias Ribeiro, Raul Boesel, Piquet, Senna, Barrichello dentre outros grandes nomes.

Aliás a MECÂNICA é minha maior paixão, ver as engrenagens, bielas, correias gerando cavalos de força e sendo transmitidas para as rodas, principalmente se for um carro possante e carburado é a minha droga, o que me faz ficar calmo, me leva ao nirvana em poucos milésimos de segundos.

E das amizades nascidas pelo programa semanal, nasceu a amizade com um “fordeiro” lá do Sul, Rodrigo Mendes, vulgo SABUGO, o mesmo toda sexta invade as ondas do Rádio com seu programa Mundo do Rock, aqui acompanhamos pela internet, sempre trocando ideias sobre carros, encontros, armas, guerras, política e sobre muito ROCK.

O amigo automaticamente entrou para a Sociedade Automotiva, escrevendo para o site como vocês acompanham por aqui, sempre com pensamentos ácidos e opiniões fortes e com um texto muito bem feito.

No final do ano passado ganhei um presentão do meu amigo, um livro autografado pelo autor: “Os 70 Anos de Automobilismo Catarinense” de Julio Mendes.

O livro começa falando justamente de um Raid do Rio para o Rio Grande do Sul nos anos 40, passando por terras catarinenses, uma obra-prima, que quem gosta do automobilismo brasileiro tem que ter na estante.

11774262_860227637385210_1357153383_n

11793191_860227614051879_1487251215_n

Este mês tive a oportunidade de conhecer meu amigo e sua esposa pessoalmente, eu e minha esposa ficamos hospedados na tua casa, tratamento de primeira, comemos uma ótima carne de paleta feita pelo seu pai, além do pinhão e de uma massa feita em casa e tratada com carinho no fogão de lenha (um luxo), muito BISCOITO caseiro, conhecemos os costumes do povo lá do Vale do Contestado, “A Terra que já Teve Guerra”, citando uma das músicas da banda do Sabugo, Nóntiêne.

Falei até no programa ao vivo da Rádio Maria Rosa na sexta, no mesmo dia que chegamos em Curitibanos, de decepção só o frio que não teve (risos). Eles tentaram me assustar, mas não deu certo. 🙂

Novas amizades foram seladas, a galera da banda, os pais do Sabugo, o Iran (louco de pedra), o Gean, que demostraram uma hospitalidade que só o povo do Sul tem.

Costumo falar que nesta vida passageira o que fica são os valores que você defende, as obras que criou, os ensinamentos que praticou e passou, a única forma de continuarmos vivos é na memória dos amigos quando partimos deste mundo.

Mesmo com a correria do dia-a-dia, com as dificuldades que nosso país produz para nos forjar, a distância que separa os amigos, saibam que a amizade verdadeira vale a pena, dinheiro não paga a amizade e que vocês tenham a oportunidade que tive de transformar amizades virtuais em reais.

Abraços e pé no porão !

Leandro Sauerbronn

11212478_860228094051831_1817703908_n

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s