Quem diria…

Ganhando RECEIVER

Amigos, de volta ao texto, tenho para contar com grata satisfação que meus desejos se realizaram, eis que agora sou proprietário de um aparelho completo, um toca discos, um receiver, um tape deck e um rack, ah claro, ia me esquecendo, também de vários discos de vinil!

Por conta de ter ganho o primeiro toca discos, tema central do último texto, lancei-me em busca de um receiver, o qual através de um site, em um leilão acabei adquirindo o mesmo e pelo que pude acompanhar no rastreamento está na cidade preparando-se para residir em sua nova morada. Acontece que nesse meio tempo acabei espalhando a notícia que precisava de um receiver, de caixas de som, de equalizador e amplificador antigo.

Nessas horas você vê o quanto vale as amizades, o empenho dos amigos para simplesmente te ajudar e ver você feliz. Foi nesse intuito que a Rosângela acabou divulgando pra cidade toda e meio que por acaso acabou falando no assunto com uma amiga dela a Bete, que prontamente se dispôs a DOAR (isso mesmo, pasmem!) um aparelho que ela possuía em sua casa já há muitos anos, coisa da década de 80 que estava lá, parado. Ela resolveu doar para desocupar o espaço e porque não estava mais utilizando o aparelho, como ela ficou sabendo que era para mim, o doou.

Na sexta feira antes do programa fomos eu e a Rosângela até a casa da Bete buscar o dito aparelho que eu não conhecia, chegando lá nos cumprimentamos e ao entrar na sala já vi ele sobre o seu rack com tampa de vidro fume, estava lá lindo, perfeito, estava em estado de novo, não só ele, mas o rack, as caixas, impressionante como depois de tanto tempo ele ainda mantinha a forma de quando saiu da loja!

Chego mais perto e confiro, tudo no lugar, tudo certinho no Gradiente SPECT 65, fico maravilhado, nunca esperava um aparelho desses! Mas isso não era tudo, logo ela vem com uma pilha de discos, nessa pilha encontro algumas raridades: Uriah Heep, Bachman Turner Overdrive, até a trilha sonora nacional da novela VAMP que eu assistia quando era criança e era fissurado num Blues do Evandro Mesquita chamado Cacal Blues, entre outras preciosidades.

Nem sei como agradecer tamanha gentileza e um presente desses! Lembro que saí atrasado, carregamos tudo no maverick, encheu o carro, cheguei no programa e fiquei até o final, corri para casa, descarreguei tudo e minha esposa me chamou para entrar quando já era quase uma da matina! Eu estava enfiado na garagem montando tudo e admirado com o som do vinil, baixinho, mas o aparelho era perfeito! Tive que entrar e dormir para de volta do trabalho pelo sábado adentrar a garagem e limpar tudo, deixar mais organizado o aparelho, mexer nele para ir descobrindo suas funções e claro, saborear o som do vinil!

Rosângela e Bete, muito, mais muito obrigado mesmo pelo empenho, pela amizade, pela busca e pelo presente, prometo que vou guardá-lo bem, cuidar dele e fazer bom uso detonando um rock and roll em 33 RPM (mas em volume moderado em respeito das caixas!)

IMG_1996

Um FORD abraço

Sabugo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s