Dia dos pais

Pai

Galera, sabemos que esse espaço é sobre o Rock and Roll, que a página trata sobre o mundo automobilístico seja ele em duas, quatro ou mais rodas, bem como o restante peculiar ao automobilismo, ao antigomobilismo, a memorabilia, peças, acessórios, novidades, enfim, tudo ligado ao mundo automotivo. Entretanto, a data comemorada nesse domingo (sim estou escrevendo o texto agora as 14:02 de domingo) merece um aparte dentro de nossa página.

Como podemos mensurar a importância de nossos (sim, é dia dos pais, mas aqui me reporto no plural) pais? É impossível, não há como, gostaria de ter a certeza que eu faria tudo pelos meus pais assim como eles fizeram por mim, mas eu sei que não chegarei a tanto, eles foram maravilhosos e graças a Deus, ainda o são!

Nesse dia, no dia dos Pais (do pai, a mãe tem o dia dela também), alguns ainda podem abraçar seus pais, outros infelizmente não podem mais fazer isso, ficando apenas com a falta, a ausência e a saudade. Mas de toda forma, eles nos passaram mais que conhecimento, muito mais que educação, nos deram e prepararam para a vida, nos aconselharam, nos deram apoio, alguns bons sermões, riram conosco, nos embalaram, nos presentearam, nos animaram, fizeram com que tivéssemos noites mais tranqüilas, nos alimentaram e estavam lá quando no misto de emoção, adrenalina e medo tiramos as rodinhas das bicicletas para pedalarmos livres pela primeira vez. Tudo bem, também nos levantaram alguns metros após para ver se o joelho estava muito esfolado depois da queda.

Me pai ouviu pela primeira vez que eu queria ter um Maverick quando eu tinha oito anos de idade quando eu apareci na frente dele segurando uma folha de revista com dois Mavericks, um deles era um dourado Super Luxo e outro um GT 302 branco com faixas pretas, eu falei que queria o dourado. E eis que no dia 08 de abril de 2005 eu chego em casa na noite de sexta a bordo de um Maverick Super Luxo como havia prometido 14 anos antes. Nunca vou esquecer a cara que meu pai fez olhando incrédulo e balançando a cabeça, mas mesmo assim ele se aproximou do carro e me deu os parabéns. Também não vou esquecer a cara do pai quando quebrei a cerca de casa com o maverick sem freio… Mas isso é outra história.

Foi meu pai quem me ensinou a ser cuidadoso com o carro, a lavar ele, calibrar pneu, zelar do carro como ele mesmo fala. O pai me ensinou muita, mas muita coisa mesmo, até aprendi a dirigir num FIAT 147 que ele tinha.

Quanta lembrança para esse dia! Minha eterna gratidão ao seu Osni (o pingo como é conhecido) por tudo que me ensinou e me representa!

Feliz dia dos pais a todos os pais!

 

Um FORD abraço.

 

Sabugo

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s