Um é pouco, dois é bom, três ninguém segura!

 

IMG_1554

Quase a mesma história, mas em outra estrada e com outros integrantes, o núcleo principal manteve-se o mesmo bem como o enredo muito parecido com o anterior, mas igualmente a cada dia na vida, esse teve outro sabor, uma outra ótica e uma ênfase toda peculiar, com aquele aroma de nostalgia e com gosto de amizade ao ponto.

Depois do programa na rádio, saí pegar um pouco de estrada com o Maverick para lembrar dos velhos tempos, estava frio, tinha neblina e estrada vazia, tudo perfeito. Pegar estrada é sempre legal, vale a pena para curtir, dar uma conferida no carro, recarregar a bateria, entre outras vantagens, afinal de contas, carro parado é oficina do cão e como ele é mau mecânico, só vai dar problema.

A estrada já conhecida de outras idas e vindas se apresenta novamente sob a luz dos olhos dos faróis, janela baixa deixando entrar o frio ar da noite, a luz do painel mostrando o ponteiro subindo de velocidade, o ronco do motor, a entrada de curva, o balanço da pista, tudo é novo dessa vez, não como foi outrora. A estrada tem mais buracos e o carro, bem o Maverick ainda está em fase de readaptação e sempre aparece alguma novidade indesejada, dessa vez foi o desempenho muito abaixo daquele apresentando nos idos tempos em que rodávamos com freqüência. Os lugares onde eu cravava certa velocidade, dessa feita não foi possível fazer no mesmo ritmo, velocidade mais baixa e rotação mais alta, havia algo errado, muito errado, o carro não ia, não deslanchava, não subia o giro rápido como antes, estava amarrado, lento, meio que, digamos: entupido.

Restou baixar o ritmo e voltar para casa, pois já passava de uma da manhã e logo eu teria visita, um antigo amigo da lista de discussão sobre o Maverick chegaria no sábado a tarde.

Enquanto esperava a chegada do Xisla e esposa (acreditem, o casal rodou 1700 km com um Smart) tiro o Maverick da garagem para dar uma passada rápida de água (isso mesmo, desde que peguei ele de volta da restauração ainda não lavei), nisso chega um outro amigo, o Luciano com uma Harley Davidson 883 carburada, laranja, muito linda e ficamos de papo no pátio de casa. De repente toca o celular e é meu amigo que recém chegou na cidade, marcamos um ponto e fomos até lá receber os visitantes, eu de Maverick e o Luciano de Harley, sabe, pelo retrovisor eu via um monte de gente torcendo o pescoço para ver a dupla passando nas ruas, um roncando mais que outro, dois estilos diferentes mas cada um com sua beleza.

Depois de encontrar o casal e voltar para casa, conversamos um pouco e chega outro amigo, dessa vez um cardiologista, não demorou muito e lá estávamos nós três em volta do Maverick: um médico, um programador e um técnico em agropecuária, mas todos apaixonados por carros. A questão é que estávamos arrumando o maverick, cada um fazendo um papel na oficina improvisada ao ar livre, no meio da noite, sem janta, o tempo passou tão depressa que nem vimos!

Colocamos o motor no ponto, acredite, o Edson além de cardiologista é um mecânico!  Com lâmpada de ponto feita por ele mesmo, e com o conhecimento do Xisla que fazia boa parte da manutenção de seu maverick, foi fácil achar o ponto que estava e colocá-lo no devido lugar. Não resolvemos por completo o problema do carburador que insiste em dar falta de combustível, nem os freios… Mas isso é coisa para outra data, outra ocasião. Já era bem tarde e como bom anfitrião, eu deveria providenciar a janta para as visitas. Bem, foi o que fiz, acho que me saí bem.

É impressionante como o automóvel antigo reúne amigos, tem um papel social muito amplo, integra diferentes profissionais, pessoas de várias idades, diferentes cidades, outros estados, mesmo cansados de viagem, as forças se renovam para meter a mão na graxa (literalmente), trocar experiências e conhecimentos mecânicos. É através da ferrugem que a amizade se consolida, se renova e se expande.

Obrigado aos amigos por rodarem tanto para me fazer uma visita, obrigado também pela ajuda com a mecânica do Maveco, obrigado pelo bate papo até altas horas da madruga, espero que tenhamos mais tempo e novas visitas.

 

Um Ford Abraço

 

Sabugo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s