Regulando bem, será?

0

            Vivemos as voltas com a falta de tempo e a necessidade de regulagem. Legal que tudo precisa de regulagem né? O relógio quando mudamos do horário de verão, os raios da bicicleta, os freios do carro, o ponto do motor, o carrinho das cordas da guitarra, a mesa de som, praticamente tudo. E na contramão disso está a escassez de tempo e a sobra de coisas para que sejam reguladas.

Regular máquinas e equipamentos não é lá tão difícil, principalmente se feita a regulagem por pessoa que tenha capacidade e conhecimento para tal. O problema são mesmo as pessoas que não regulam bem. E como está aumentando o número desse contingente, aumenta num ritmo alucinante.

Isso é verdade, constatável em qualquer dia da semana e em qualquer esquina da vida.

Dia desses, estou indo de volta para o trabalho, paro na sinaleira (ou semáforo dependendo da região do país) e ao meu lado para uma saveiro branca, daquelas quadradas ainda da década de 90, ´´socada´´ no chão, rebaixada no último, insulfim espelhado azulado, sinaleira estilizadas transparentes, pneuzinhos de perfil tão baixo que mais pareciam uma fita isolante e lá em cima do painel um conta giros maior que o relógio da igreja matriz da cidade, todo colorido, parecendo um globo de danceteria. Para deixar o ridículo se transformar no hediondo, o condutor do veículo de bonezinho virado, alargador na orelha está com os vidros baixos e curtindo a todo volume (no volume de fazer a placa do carro e as portas vibrarem) um funk pancadão daqueles que agora dizem ´´ostentação´´. E eu ali, parado esperando o sinal abrir para me livrar o quanto antes do lixo sonoro.

Afinal a salvação vem! O sinal abre e eu saio antes dele, é aí que noto que sua máquina está falhando, pelo jeito, motor fora de ponto, ou dando falta de combustível, bem, o que não se parece com o dono é roubado não é mesmo? Tenho plena certeza que tanto o carro como o condutor precisam de uma regulagem, o carro na parte mecânica e o condutor no bom senso de ouvir mais baixo as porcarias que a todo volume ele expele pela janela de seu carro.

Depois dessa, lá vou eu curtindo meu rockzinho antigo que não tem perigo de assustar ninguém.

Um FORD abraço

Sabugo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s