Não está fácil

Little Girl Covering Ears

 

            Alguém alguma vez disse que é preciso dar um jeito. Já faz tanto tempo e já não faz tanto sentido, mas a frase tornou-se um martelo de ferreiro na bigorna, ela bate incessantemente na minha cabeça e a cada dia que passa aumenta a freqüência bem como a força.

            Hoje em dia está muito fácil perder o sono, a paciência e o gosto pelas coisas.

            São 6:15 h de uma segunda feira, deveria ser igual a tantas outras da minha vida, mas essa meteu o pé esquerdo na porta. Qual o motivo? A falta de bom senso, a falta de noção de um bendito brasileiro bocó que por um motivo desconhecido da natureza passa na avenida em frente da minha casa às seis da manhã com o som no talo, no arregaço mesmo, possivelmente no intento de ser o despertador do bairro.

            Como se isso não bastasse, como se isso não fosse infortúnio suficiente, o herege anda a 10 km/H numa porcaria de um carro rebaixado (E olha, as nossas ruas aqui nessa cidade, não são as melhores para carros desse tipo) milzinho com um turbão no escape para roncar grosso (nada contra o motor mil, só contra o som do escape).

Para piorar a situação, para deixar o que já é decadente mais hediondo ainda, adivinhem o que os alto-falantes do pobre carro exalavam ainda meio chiado, mas no máximo volume: FUNK. Eu não sei se há classificação para o ruim, se há um grau pior que ele por si só, mas era Funk da pior espécie. Duvida? Olha a letra:

Valeu muito obrigado mas agora eu virei puta!!!
Valeu muito obrigado-gado-gado…
se-se-se-se-se-se-se-se uma tapinha não dói..
eu-eu-eu-eu-eu-eu-eu-eu falo pra você…
segura esse chifre quero ver tu se f****!!
segura esse chifre quero ver tu se f****!!

Nessas horas meu amigo, é fácil perder o sono, a paciência, a razão. Mas tento controlar a minha insanidade e não perder a cabeça. Essa criatura capaz de protagonizar uma cena dessas poderia ao invés de estar indo para casa, estar se dirigindo ao trabalho e ouvindo música de qualidade com um fone de ouvido. Mas hoje em dia não é assim, hoje a coisa mudou, os carros são eletrodomésticos com motores a combustão, a música não é mais música, é uma mistura de sons e de letras que não dizem nada e quando dizem seu conteúdo é degenerativo, podre.

Vivemos uma apatia cultural como nunca tivemos, vivemos a falta de bom senso, o respeito está relegado ao segundo plano.

Bom, depois dessa só me resta ir para o trabalho, cumprir o dever, vou estar lá dentro do horário enquanto o boçal que me acordou mais cedo estará dormindo. Volta a frase de que é preciso dar um jeito e junto com ela a letra do Renato Russo que pareceu antever o futuro, fica com o passar do tempo mais atual que nunca:

´´É a verdade o que assombra
  O descaso que condena
  A estupidez, o que destrói
  Eu vejo tudo que se foi
  E o que não existe mais´´

 

Um Ford Abraço

 

Sabugo

Anúncios

Um pensamento sobre “Não está fácil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s