Marco Cozzi vence; Felipe Fraga é campeão do Brasileiro de Turismo

Título só foi comemorado depois que foram definidas duas punições que o levaram ao quinto lugar. Conquistado veio com somente um ponto de vantagem na última corrida da temporada.

Felipe Fraga e Marco Cozzi, por coincidência, campeão e vice-campeão de 2013. - Fernanda Freixosa/Vicar

Felipe Fraga e Marco Cozzi, por coincidência, campeão e vice-campeão de 2013. – Fernanda Freixosa/Vicar

Carro de Felipe Fraga solta fumaça; problema quase tirou o título de campeão. - Fernanda Freixosa/Vicar

Carro de Felipe Fraga solta fumaça; problema quase tirou o título de campeão. – Fernanda Freixosa/Vicar

São Paulo (SP) – Marco Cozzi venceu a oitava e última etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo, disputada neste domingo pela manhã no Autódromo de Interlagos. Ele comemorou por alguns minutos a conquista. No entanto, depois de punições sofridas por Gabriel Casagrande e pelo estreante J.V. Horto, Felipe Fraga subiu para o quinto lugar e garantiu – por um ponto 160 a 159 – o título de campeão da categoria formadora de pilotos para o Circuito Nova Schin Stock Car.

A corrida começou com um acidente que tirou da corrida quatro pilotos logo na primeira volta. Carlos SG, Fernando Fortes, Rogério Motta e Tito Morestoni, um dos cinco que tinham chances matemáticas de se sagrar campeão, abandonaram. Enquanto isso, Casagrande, que largou em terceiro, pulou para a ponta e a manteve, apesar de ser atacado por Fábio Carreira. O carro de Felipe Fraga teve problemas, mas ele conseguiu parar nos boxes, fazer um rápido conserto e retornar à corrida.

Enquanto isso, Cozzi, que conquistou seu terceiro Troféu Dolly, ultrapassou todos os adversários e garantiu a terceira vitória na temporada. Durante alguns minutos ele chegou a comemorar o título de campeão, mas pouco depois os comissários desportivos definiram oficialmente duas punições, uma para Gabriel Casagrande, por atitude antidesportiva contra o próprio Marco Cozzi, numa briga por posição, e contra o estreante J.V. Horto, por irregularidade no procedimento de volta de apresentação.

Ambos receberam 20 segundos de punição no tempo final da corrida e caíram de posição. Com isso, de sétimo – resultado que deixaria o título com Cozzi – Felipe Fraga subiu para o quinto lugar e assegurou a importante conquista.

“Infelizmente o Boesel quase me tirou da prova. Fiz tudo certo. Meu carro estava ótimo. Tinha carro de sobra para vencer, mas infelizmente o Boesel me atrapalhou pela segunda vez Ele já tinha me tirado em Porto Alegre e fez de novo agora. Mas não posso me preocupar com isso. Graças a Deus fizemos um bom trabalho. Sem querer levantar meu moral, ninguém merecia o título mais que a gente. Fizemos sete pole positions e sempre fomos os mais rápidos. Em duas corridas estávamos liderando e meu carro quebrou. Eu merecia, a equipe merecia e o título foi merecido. Não queria ter ganhado dessa forma. É uma pena. Queria ter ganhado com o resultado na pista. Tinha carro e braço para isso. Mas, da mesma forma que tive de largar em último em Brasília por conta do regulamento, o mesmo regulamento nos favoreceu aqui e agente conseguiu ser campeão“, disse Felipe Fraga.

Resultado da oitava e última etapa da temporada do Campeonato Brasileiro de Turismo

1) Marco Cozzi (Carlos Alves/J.Star), 20 voltas em 38min30s895, média de
2) Fábio Carreira (W2 Racing), a 6s965
3) João Pretto (Mottin Racing), a 7s596
4) Luiz Ribeiro (Mottin Racing), a 29s573
5) Felipe Fraga (W2 Racing), a 34s806
6) Gabriel Casagrande (Carlos Alves Competições), a 46s542
7) J. V. Horto (Racequip), 46s887
8) Mauri Zaccarelli (Hot Car Racing), a 1min01s443
9) Renato Braga (RKL Competições), a 1min20s154
10) Flávio Matheus (J.Star Racing), a 1 volta
11) Raphael Abbate (Carlos Alves Competições), a 1 volta
12) Pedro Boesel (Hot Car Racing), a 2 voltas
13) Márcio Campos (Motortech Competições), a 4 voltas
14) Rodrigo Souza (J.Star Racing), a 6 voltas
15) Raphael Teixeira (J.Star Racing), a 12 voltas
16) Norberto Gresse (Nascar Motorsport), a 13 voltas
17) Felipe Neira (Nascar Motorsport), a 19 voltas
18) Carlos SG (RKL Competições), a 20 voltas
19) Fernando Fortes (J.Star Racing), a 20 voltas
20) Rogério Mota (Scuderia 111), a 20 voltas
21) Tito Morestoni (Motortech Competições), a 20 voltas

Melhor volta: Felipe Fraga, 1min46s326, média de 146,06 km/h

Os dez primeiros no Campeonato Brasileiro de Turismo

1) Felipe Fraga, 160 pontos
2) Marco Cozzi, 159
3) Gabriel Casagrande, 146
4) Pedro Boesel, 133
5) Fábio Carreira, 104
6) Mauri Zaccarelli, 102
7) João Pretto, 101
8) Raphael Abbate, 98
9) Luiz Ribeiro, 88
10) Tito Morestoni, 87

As cinco primeiras no campeonato de equipes

1) W2 Racing, 265
2) Carlos Alves Competições, 263
3) Hot Car Racing, 231
4) Mottin Racing, 190
5) Motortech Competições, 184

Mais informações no site www.brasileirodeturismo.com.br

O Campeonato Brasileiro de Turismo é patrocinado pela Dolly, Pirelli, Shell-VPower com recursos da Lei Federal de Incentivo ao Esporte e da Pirelli. O campeonato é um evento da CBA, organizado em parceria com a Vicar e a Marques & Marques.

Milton Alves (Mtb 16583/SP) / (11) 98335-4781
e-mail: miltonalves@zdl.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s