Tentando sempre pra acertar, nem que seja só uma vez!

BXP137659

              A teimosia segundo uns é algo abundante nos nativos de touro, não que eu ligue para horóscopos, mas por coincidência do destino, além de taurino sou praticamente um dinossauro de teimoso, tanto que teimo comigo mesmo, não me entendo e vencido pelo cansaço acabo concordando comigo para encerrar o embate.

Não sei se é pelo avanço da idade, pela correria dos dias, pelo empilhamento de tarefas ou agora pela mudança do horário (falando sobre isso, acho que sou muito burro, não entendo porque mudam o horário, se é para economizar energia, por que é que fazem competição da casa mais iluminada no natal? Por que tanta luz? Não é o aniversário de Jesus? Se fosse o de Thomas Edison tudo bem…) o ânimo da gente muda, o fôlego também e quem dirá a paciência.

Mas isso tudo mesmo que seja uma barreira constante não se faz impeditiva para nossas vontades.

No final de semana, depois dos dias de trabalho, das noites curtas, salvamos a pátria tocando 3 horas de Rock na rádio e no sábado correndo tudo, chego em casa para ajeitar as coisas para um ensaio com a banda. É assim que passo as tardes de sábado, tentando tocar direitinho e bem, tarefa colossal essa, mas eu tento, amparado pela teimosia incessante de querer e o combustível de tudo isso? A paixão pelo rock, a vontade de fazer bem feito, de tentar, mesmo em meio às adversidades do dia a dia, em meio ao empilhamento de contratempos, das idas e vindas, dos acasos e da falta de estrutura, grana e talento. Pura vontade.

A mesma vontade que me faz querer ter um carro antigo ao invés de um novo feito de plástico, cheio de fios e com um gordo carnê de 60 folhas mensais de pagamento. A vontade de querer seu eu mesmo, fazendo as coisas como penso, como gostaria que fossem feitas, a vontade de viver da minha maneira do jeito que eu sempre quis, ou simplesmente do jeito que posso. Aquela vontade constante de ouvir as músicas que embalaram gerações, de mergulhar no rock, ir beber na fonte, ou seja, molhar os pés no velho Mississipi ouvindo um blues. A vontade de vencer cada semana para no sábado estar com uns amigos reunidos para fazer uma banda de rock com todas as limitações que temos. A vontade de ver meu maverick andando outra vez, a vontade de pegar a estrada com ele…

São tantas vontades em uma vida atribulada que sobra vontade em cada dia para um dia em que possa ter espaço para elas, mas em cada dia tentando fazer o possível para que tudo saia a contento.

 

Um FORD abraço

 

Sabugo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s